postado por gabriell

Dom Quixote
A batalha dos moinhos de vento Dom Quixote e Sancho Pança chegaram a um local onde havia trinta ou quarenta moinhos de vento. Dom Quixote disse a Sancho Pança que havia dezenas de míseros gigantes que ele ia combater. Sancho pediu para Dom Quixote observar melhor, pois não eram gigantes e simplesmente moinhos de vento. Dom Quixote aproximou dos moinhos e com pensamento em sua deusa, Dulcinéia de Toboso, á qual dedicava sua aventura , arremeteu, de lança em riste, contra o primeiro moinho. O vento ficou mais forte e lançou o cavaleiro para longe. Sancho socorreu-o e reafirmou que eram apenas moinhos. Dom Quixote, respondeu que era Frestão, quem tinha transformado os gigantes em moinhos. Análise do trecho Através deste breve relato da Batalha dos Moinhos de Vento, podemos ver com clareza a loucura de Dom Quixote. Naquele momento, podemos observar, Sancho Pança comportar-se com as mesmas idéias de nossa sociedade quando defronta-se com algo fora dos padrões, fora do cotidiano, fora da normalidade petrificada que ela mesma impõem. E com mesma atitude, demostrando, apontando, avisando, porém nada fazendo mediante o fato. Dom Quixote não tinha consciência do que fazia. Ele havia se aprofundado tanto naquele mundo irreal que começou a ver coisas logo após o choque com os moinhos ele percebe com clareza que os gigantes de fato eram moinhos, porém sua imaginação o faz achar que algum mago o hipnotizou, fazendo ele ver nos moinhos os gigantes. Sempre havia uma forma da realidade transformar-se em irrealidade. A batalha contra o ?exército de ovelhas? Neste capítulo do livro, é relatado uma das aventuras de Dom Quixote, o encontro com dois rebanhos de ovelhas. O cavaleiro, com todo o seu sonho, criou paisagens, personagens que não existiam, atribuindo-lhes armas, coroas, escudos que na verdade não existiam, eram somente animais. Foi então que o ?herói? avançou em direção aos rebanhos e, como sempre foi surrado pelos pastores e pelas próprias ovelhas. Trecho Como continuidade da sua loucura, o fidalgo é capaz de imaginar em um campo, que está cheio de ovelhas, dois grandes exércitos, com seus generais e cavalos, guerreando. Aqui, Sancho Pança, também reprime o nobre homem, repetindo atitudes de nossa sociedade. Ele faz um papel de ?acredite se quiser?, concordando com os sonhos de seu amo apenas para satsifazê-lo, ou seja, se não podia controlá-lo, juntava-se a ele. Sancho Pança conquista suas ilhas prometidas Desacreditado em receber sua ilha, Sancho Pança ganhou-a com muito orgulho. Pelo fato de acreditar e acompanhar um cavaleiro, tinha muito prestígio na sociedade. Sancho Pança realizou resolveu vários problemas durante seu curto encontro com o poder, mas a população, que estava apenas fazendo uma brincadeira com o escudeiro, afetou os sentimentos do ?governador?, fazendo-o abdicar ao cargo e voltar a sua vida antiga. Análise do trecho Nesta passagem do livro, analisamos como a sociedade, representada por Sancho Pança, é frágil. Ao acreditar estar recebendo os reinos prometidos por ?nosso herói?, o fiel escudeiro rende-se à fantasia de Dom Quixote, movido pela ganância e pelo poder. Em contra partida, sua análise mais crítica do fato demonstra a atitude de debocho e desprezo dos habitantes da ilha, pouco se importando com o estado do ajudante e do próprio cavaleiro. Não refletiram se Dom Quixote tinha algum problema mental ou se precisava de ajuda. Ao contrário, invés de ajudá-lo, contribuíram para a sua ridicularização. Finalizando, o livro de Miguel de Cervantes retoma a história do povo espanhol e do Europa, retratando as aventuras dos inúmeras cavaleiros, sendo por isso considerado a última novela de cavalaria. Critica também as atitudes da sociedade e como alguns componentes desta alertaram para o problema de Dom Quixote e se esforçaram para o problema para tentar solucioná-lo. Causas do surgimento de Dom Quixote: Perda da riqueza - Dom Quixote era um fidalgo, filho de pais ricos. No entanto, durante sua vida, ele vai perdendo suariqueza, pagando dívidas e comprando livros. Por isso, mergulha na literatura em busca da solução desta dificuldade, até demais. Mudança em sua vida - Além de perder sua riqueza, Dom Quixote, ao nosso ver, começa a agir como um cavaleiro em busca de uma mudança, uma nova vida. Ele já tinha uma idade relativamente avançada e vivia muito só. Por isso deixa-se levar por imaginação e passa a viver num mundo ilusório, fantasioso. Conseqüências da ?loucura? de Dom Quixote Lesão às pessoas - Ao agir como Dom Quixote, o cavaleiro não distinguia as pessoas com quem encontrava, prejudicando algumas e, consequentemente, auxiliando outras, física e financeiramente. Perda da história - Quando os amigos de Dom Quixote descobrem a causa de sua ?insanidade?, decidem por acabar de vez com ela, queimando todas as suas novelas de cavalaria. Por outro lado, ao agir desta forma, a sociedade comprova seu poder, eliminando algo que possa causar mais problemas futuros, que possa incomodá-la. Morte do personagem - Dom Quixote, inconsciente de seus atos, não percebe o desgaste de seu corpo e, infelizmente, como ele próprio afirma, só retorna à realidade quando já está nos momentos finais de sua vida. Morre arrependido, mas em paz por tê-la feito a tempo.

postado por biell


Todos os anos comemoraram a páscoa, entre inúmeros doces, chocolates dos mais diversos tipos, todo o prazer e luxuria que a gula nos promove.
Mas você já parou pra refletir o que siguinifica realmente a páscoa, pois é, páscoa é uma comemoração judaica, onde os judeus comemoram a saída do Egito guiados por Moises, e em algum tempo depois quando aquele que era pra ser o rei dos judeus, segundo as próprias escrituras, Jesus o nazareno nasce e é entregue por seu povo, o povo que ele veio para salvar, foi crucificado, morto por conseqüência, e três dias depois ressurgiu da mansão dos mortos.
Hoje no nosso mundo atual poucos são os que se lembram realmente deste siguinificado, mas tudo bem acredito que se o pai mandasse novamente outro messias o mesmo seria muito mais torturado e sacrificado com o melhor dos requintes de crueldade.
Não estou acusando ninguém.
Mas como branco e seguidor dos princípios de iluminação busco esclarecimento sobre a verdadeira verdade.
Gostaria de propor a vocês que me visitam um seguinte reflexo;
O que lhe prende nos dias atuais?
Qual o Egito que te acorrenta?
Será que você não viu seu cristo ressurgindo ao seu lado e como os do passado deixou que ele passasse despercebido ou pior quem sabe você não o crucificou ainda

uniao das tribos

uniao das tribos

FELIZ DIA DA LIBERTAÇÃO DO POVO EBREU PRA VC TAMBÉM!!!
ISSO DEVE LHE SOAR MUITO ESTRANHO MAS É A MAIS HUMILDE DAS VERDADES.
TIPO ASSIM VOCÊ JÁ PAROU PRA IMAGINAR A ATROCIDADE DE DESEJAR FELIZ DIA DA MORTE DO FILHO DE DEUS?
SABE EU FICO AQUI PENSANDO, QUE MUNDO CAPITALISTA E MEDÍOCRE ESSE QUE VIVEMOS ESTE QUE VIVEMOS.
BEM MAIS A NOITE ESTAREI FAZENDO UM POSTE ESPECIAL PRA MOSTRAR COMO ME CINTO COM RELAÇÃO A ISTO
MAS GOSTARIA QUE VOCÊS POSTASSEM SEUS COMENTÁRIOS PRIMEIRO

Grito de Socorro



Hoje me sinto fraco acordei um pouco estranho, fui pra rua observar os pássaros, os movimentos das árvores e sentir na pele o vento gelado. Que diferente, depois de muito tempo sem chuva, posso ouvir os pingos de água, o cheiro de terra molhada não me deixa enganar. Começo a correr, pois não queria molhar, mas a chuva chega rápido. Chego em casa e tomo um banho quente pra não resfriar ou pegar coisa pior.
           
No silêncio da casa começo a reparar no escuro, na solidão, como já sabem não sou uma pessoa muito forte. Na minha cabeça começam a passar cenas de dor ou desespero, e algumas soluções pra isso tudo, pensei em tomar vários remédios e nunca mais acordar, colocar uma corda no pescoço e pular de um lugar bem auto. Mas acabei optando por meus pulsos, sem muito pensar, cortei os dois. O desespero tomou conta de mim ao ver tanto sangue no chão, comecei a ficar fraco, podia sentir cada gota se derramar sem motivo, o coração já não batia como antes, em cada segundo batia menos e menos. No ultimo suspiro senti algumas lágrimas e um corpo quente a me pegar.

Vejo minha alma fora do corpo e tenho a certeza que estou morto, as lembranças tristes e sofridas já não estão mais em minha mente, só consigo ver momentos felizes, onde corria sem parar, brincava e sorria muito apesar de tudo que estava vivendo. Mas volto ao hospital, posso ser revivido por pessoas que nem ao menos sabe quem sou.

Posso ouvi vozes de pessoas que amo muito, mas que deixei pra trás ao pensar só em mim. Veja meus amigos todos pedindo a Deus pra não deixar que eu morra e aqueles que nunca vi chorar, hoje posso ver lágrimas sofridas de seus olhos. No canto vejo minha mãe em prantos, pedindo com todas as forças pra voltar. Me pego chorando, achei que depois da morte tudo iria se resolver, todas as dores terminariam. Mas não vi que tal ato de puro egoísmo faria tanto mal as pessoas, agora era tarde pra arrependimento, já estou me conformando com tudo isso.

Olhem o bom medico vai dar à dolorosa noticia minha mãe não se conforma e com uma força nunca vista, entra na sala onde estava meu corpo, pega minha mão cheia de sangue e com raiva, ódio e medo daquilo tudo, começa a me bater e pergunta o por que de tudo isso, antes que pudessem retira La de perto do corpo, um ultimo pedido foi feito, esse com tanta esperança e amor, que acabou sendo atendido. Minha alma foi arrastada com tanta força pra onde nunca devia ter saído que não consegui me lembrar do que aconteceu enquanto estava na sala medica. Depois de tanto acontecido o que me resta é a culpa de um ato egoísta, mas o amor e a compreensão dos que me conhecem me faz entender por que voltei a viver.

Agora olho as marcas disso tudo e pra não esquecer, vou telas pelo resto da minha vida, as cicatrizes nos meus pulsos são feias, mas o amor de Deus por mim aumenta cada dia a minha esperança na vida, hoje posso sorrir e abraçar minha mãe, meus amigos e sentir novamente a chuva a me tocar, pois sei que só Deus pode dar ou retirar uma vida e não cabe a nós decidir isso.

minha perguntinha do dia ^^

Se você pudesse mudar a essência de tres pessoas para mudar o mundo, quais pessoas você mudaria e em que você as mudaria?

>>>minha resposta em breve...

Estrela Cadente

Hoje o meu dia foi corrido, assim como todos os outros, a monotonia e o desespero podem acabar com qualquer ser humano posso lhe garantir isso. Mas sejamos racionais, pois isso tudo faz parte da vida, o cotidiano e a rotina andam sempre do mesmo lado, se conseguir separar os dois, podem conseguir grandes coisas. Mas bem, com tanto sono resolvo deitar a luz da lua, o sono vem tão de vagar, que posso ate mesmo ouvir os grilos, os insetos e as pequenas abelhas a produzirem seu precioso mel. Olhe o que é aquilo cortando o céu? Será mesmo que é o que estou imaginando? Por via das duvidas irei fazer logo o meu pedido a esta estrela cadente.
Mas que depressa lhe peso que retire tudo isso de mim, o cotidiano, a rotina e assim por diante. Acordo desesperado, pois estou atrasado pro serviço, mas calma acabei de reparar aquele pedido foi mesmo atendido, não tenho hora pra fazer nada, irei trabalhar se quiser, meu almoço não será na hora certa e se mesmo pensar irei passear pelado na rua hoje. Os dias passam o que era pura e única diversão, se puderem acreditar virou rotina, acordar todos os dias no horário que bem entender já não é tão bom quanto da primeira vez, em um dia estou gordo e o outro magro, isso tudo esta acabando comigo, pois não tenho mas uma alimentação adequada. Já não tem, mas graça andar nu pelas ruas, afinal todos fazem isso agora. Começo a me desesperar tudo que eu mais queria agora é verdade, e esta me deixando fora de mim, tudo que pensei em ser a melhor coisa, agora são as piores.
Mas eu sinto uma pequena gota de água, e em um só pulo me vejo a levantar e correr pra dentro, pois a chuva já molhou tudo que podia. Posso sentir de novo a alegria e desespero do verdadeiro cotidiano. Em vez de ficar chateado do pulos de alegria, pois sei que amanha tenho horário certo pra levantar, comer, tomar banho, dormir e assim por diante. Sei que se quiser mesmo qualquer dia desses posso dar um de louco e acordar a hora que quiser e fazer do dia o que bem entender, mas sem ter a obrigação de fazer a mesma coisa todos os dias, tudo de mais sempre é ruim, e nada disso seria diferente, agora deixo meus desejos pra momentos especiais e não quero transformá-los em obrigação. Agora é melhor parar já esta tarde e amanha acordo cedo pra trabalhar.


As vezes parece que não temos mais saida para nossos problemas, mas sera realmente que temos problemas? sera que vale a pena sofrer pelo dinheiro?

nesses tempos de crise parece que fica tudo mais dificil, faculdade, contas, cartões de credito, despesas da casa, e por ai vai as coisas.

Meu nobre amigo gabriell, eu tenho visto você sofrendo tanto com esses seus problemas que você tem se aberto para mim que me vi obrigada a escrever sobre isso aqui, afinal provavelmente outras pessoas devem ter ou estar passando pela mesma cituação.

é muito comun valorizarmos muito as coisas materias, como no seu caso sua dependencia pela moto, você so teve sua moto a pouco tempo, então porque você se prende tanto a ela assim.

a disculpa da faculdade, de não ter tempo pra se locomover entre ela e seu trabalho não é uma disculpa valida.

As suas dividas, sei tão bem quanto você que isto é questão de tempo, afinal você sempre foi organizado.

Quanto aquela garota que você insiste em ficar falando dela, bem, não adianta sofrer por ela, o que pode adiantar é tomar uma atitude serena e bem direta, mas acredito que ela não sente nada por você, contudo como sempre digo, so podemos nos arrepender pelo que não fizemos. tentar e fracaçar não é uma vergonha, não tentar e não consseguir o possibilidade mesmo que remota de conquistar os objetivos isso sim é vergonhoso.

Olha gabriell seja sempre você mesmo e não tenha vergonha, como sua amiga lhe disse, é esse seu geito infantiu quase que imaturo que faz com que as pessoas gostem de você, na vida financeira um bom trabalho e muita calma você ira superar, na vida sentimental, sorria sempre e não se esqueça a vida é bela, feio é quem esta nela.

economia

É gente parece que logo logo os mineiros vão ter que deixar o pão de queijo de lado, hoje pela manha estava lendo uma coluna do jornal estado de minas que fiquei horrorizado.
(...) enquanto a inflação geral na capital subiu 6,49% nos últimos 12 meses, segundo dados de março do indice de preços ao consumidor amplo (ipca) da fundação ipead da universidade federal de minas gerais(ufmg) o preço da iguaria chegou a aumentar 17,5% em padarias e lanchonetes da cidade no mesmo período . o pão de queijo congelado, fabricado por grandes empresas, também superou a inflação: pesquisa do mercado mineiro mostra que o valor médio do pacote de 400 gramas da sadia alcançou 11,1%, e do pif paf, 7,7% (...)

É parece que a unica coisa que ficara salgada é o preço, porque se salgar o pão de queijo você vai pagar mais caro ainda

quando se diz que a inflação afeta principalmente os mais pobres poucos acreditam, mas os principais preços a serem elevados são os de consumo necessário, principalmente os de alimentação, uma vez que o nosso salário mínimo é muito inferior ao mínimo necessário.
(...)"Quanto mais básico o índice, portanto, mais inflação ele mostra, pois não apenas o item alimentação está puxando a inflação, como, dentro de alimentação, são os produtos mais básicos, e portanto com maior peso na cesta dos mais pobres, os que mais aumentaram preço", mostra um relatório do Banco Itaú.

http://arquivoetc.blogspot.com/2008/06/como-inflao-est-tirando-renda-dos-mais.html(...)
segundo economistas (...)O Brasil já enfrentou varias crises econômicas, mas nenhuma como essa que afetou a economia mundial e agora esta com grandes perspectivas para este ano de 2010, os economistas já estão com ótimas previsões para o crescimento do país que já mostra sinais positivos com um crescimento maior que o mesmo período no ano passado. A economia de um país depende muito do governo e de seus representantes, pois a partir das medidas tomadas é que vai depender o crescimento ou não do país mediante a crise. As apostas em um crescimento maior para este ano de 2010 para a economia brasileira esta baseado nas indústrias que estão produzindo cada vez mais, o seu crescimento acelerado se dá embasado na crise que passou e o país conseguiu segurar suas reservas e até aumentar sua produção.(...)http://economia.culturamix.com/negocios/crescimento-da-economia-brasileira-deve-melhorar

vamos ver o que vai acontecer com nosso pais nos próximos meses, tomara que meu voto não tenha sido em vão.

venho apresentar a vocês a Raul também chamada de praça Raul soares

venho apresentar a vocês a Raul
também chamada de praça Raul soares


Praça Raul soares, uma boa e velha musica erudita de autores que lastimavelmente desconheço e sua fonte que dança com o lindo bale de aguas.
Centenas de pessoas de tribos diferentes passam por la todos os dias, pessoas que geralmente não se misturam, que se olham e se condenam;
Me pergunto o porque é claro afinal " Cada um em seu casulo, em sua direção, vendo de camarote a novela da vida alheia.
Sugerindo soluções, discutindo relações
Bem certos que a verdade cabe na palma da mão
Mas isso não é uma questão de opinião..."
antes de escrever esta matéria estive sentado no banco da praça claro sem o carlos alberto, mas tive tempo pra poder refletir sobre o andamento da vida.
Vi também uma coisa de certo incomum em bh, as novas rosas e o trato que estão dando na praça faz-me esquecer do cheiro fetido de nictorio de grande parte do centro, o bom e belo perfume das rosas contrastando com as belas pessoas que por la passam, mas no bom agora esta é minha primeira postagem sobre bh espero poder lhes apresentar o bom de nossa cidade.
claro não posso deixar de reclamar daqueles dois babacas que se dizem segurança da praça e ficam perturbando ate quem esta sentado no banco.

Violência

Hoje resolvi me revoltar, não tenho o que comer e nem mesmo o que beber. Penso que isso são motivos bastantes pra fazer mal aos outros, espero os idosos na porta do banco, as padarias e mercearias são meus alvos prediletos.

Mas já estou cansado de viver assim, melhor sequestrar alguém com dinheiro e assim ganho mais. Veja que senhora distinta, com belas roupas, e algumas jóias. Essa linda mulher será o meu alvo. Sem ela perceber lhe sigo ate sua casa, posso ver que o marido dela realmente tem dinheiro, olhe seu filho como é bem tratado e como se veste bem, bons brinquedos. Depois de muito observar, percebo que ela se deita pra dormir, e não tem mais ninguém na casa alem de seu filho pequeno, é a hora de agir. Estou a simular um simples assalto, mas com o objetivo de sequestrar a mulher e a criança. Entro em seu quarto bem quieto pra não perceber, meu instinto animal fala mais alto, amordaço sua boca rapidamente, e amarro seus braços com bastante firmeza, sem nem mesmo pensar me pego rasgando suas roupas, e fazendo coisas que nem prefiro me lembrar, seu filho um menino espero percebe tudo e se levanta, eu rapidamente vejo o movimento, e antes dele tentar alguma coisa, prendo ele em um quarto escuro, depois de machucar o pequeno garoto.

Mas como todo crime, acaba mal e com alguns feridos, no meio de tantos feridos, lá estou em uma cama de hospital, com vários médicos ao meu redor, e posso sentir o sangue escorrer no meu rosto. Na mesa de cirurgia sem poder fazer nada, vejo um rosto familiar, conheço esse médico. Mas como posso conhecer pessoa como ele? Bem de vida, com certeza nunca deve ter passado em uma favela, parece ser humilde e caridoso. Mas de repente no meio daquilo tudo, acabo tomando um choque de realidade, e no meio dos olhos azuis vejo uma raiva tão grande, mas já sei por que, pois era o mesmo homem que pude ver na cabeceira da cama da mulher, enquanto ela tentava se livrar de tamanha brutalidade. Veja como é a vida, estava violentando a mulher do medico, e espancando o seu filho, e agora horas depois, minha vida esta em suas mãos. Vejo nos seus olhos a raiva que ele sente por mim e ao pensar em tudo que fiz, posso perceber a vontade de me matar, sinto suas mãos tremulas na duvida de me salvar ou não. Ele deve cumprir o seu juramento de salvar qualquer vida ou fazer qualquer coisa pra isso? Deve ele ser o medico correto e bom? Ele tem minha vida em suas mãos e eu destrui uma boa parte da vida dele, com todo o meu egoísmo. Sei que tudo que eu passei na vida, não justifica o que eu fiz. Mas veja os olhos dele sedentos por vingança. Fico inconsciente, mas mesmo nesse estado não consigo parar de pensar no medico, e o que ele vai fazer. Depois de horas naquele lugar já me declaro morto, pois se eu fosse ele já teria tirado a vida do homem que destruiu sua família. Mas de repente meio tonto consigo abrir os olhos. Estou em uma sala de recuperação, e vejo vindo em minha direção aquele bom medico, não sei o que fazer, devo comprimentar e agradecer ou abaixar a cabeça e pedir desculpas? Mas nada disso vai amenizar a dor dele e nem retirar da memórias as coisas ruins. Mesmo dopado consigo entender tudo que ele me sussurra aos ouvidos. Aquela voz forte vem me falar que não me matou, pois não tinha esse direito, quem deve fazer isso na hora certa é Deus, mas faria de tudo pra me ver na cadeia onde é o meu lugar.

Depois de recuperado, é óbvio que fui julgado e com certeza condenado, mas o certo em minha mente é ficar indignado por ter sido detido e condenado. Mas quem sou eu pra fazer alguma coisa contra isso, o homem a quem eu fiz tanto mal, pode me salvar, enquanto podia ter me tirado a vida sem nem mesmo ser punido por isso. Não pensei que meus atos fossem ser tão graves, mas tudo que fiz me levou a um só lugar, ao fundo do poço, de onde eu acho que nunca devia ter saído. Mas veja a família do bom medico já esta se recuperando e com o tempo vão poder esquecer tudo isso. Mas agora estou no lugar que mereço, e nem posso reclamar disso tudo, pois tudo tem uma consequência, e agora com uma nova vida, boa ou ruim eu vou ter que arcar com o resultado dos meus atos.

Mir hat geträumt

“Mir hat getraumt”

         O que você faria se ao acordar pela manha soubesse que este é seu ultimo dia em vida? (...) muitas vezes quando questionados quanto a isso falamos que fariamos tudo aquilo que ainda nao haviamos feito, seja por um empedimento do tempo ou da moral. Algumas pessoas falam em pedir perdao, em fazer loucuras, em encontrar pessoas e ha tambem as que falam que fariam sexo e mais sexo. A verdadeira questao é o por que de nao fazermos isso ainda enquanto estamos em vida, por que da necesidade de sabermos que tudo vai acabar para tentarmos realiza estes feitos?
         Mir hat getraumt: tive um sonho. Hoje eu vivo numa realidade diferente, paralela. Chamada amor. Sei que é algo pelo qual vale a pena lutar. Sei que eu não desistiria tão fácil de obter algo assim. Se eu fosse morrer hoje, o que eu queria... Apenas olhar nos olhos da pessoa amada e dizer o quanto eu a amo... e sentir o calor do seu corpo no meu, ate que por fim meu corpo gelasse e minha alma transmigra-se de plano. Egoísmo meu deixar assim a pessoa amada me ter morto nas mãos, mas é o que eu faria, pois não há loucura maior, nem devaneio mais doce do que amar. Pergunto: por que procurar a normalidade, se já provamos do sabor doce e lascivo da insanidade. Hoje amo, hoje sou louco.
         E você amigo leitor? Sabe o que é amar? Como é amar? Já amou alguém assim? Então... me de suas respostas para que sejam satisfeitas minhas perguntas. Grato.

fazendo divulgação<<< SSBH _ Sociedade dos Surdos de BH

mais um trecho de meus contos >As lágrimas da perfeição (anjho rocco)

 O poeta

Ele estava em seu quarto. Olhava para os livros como se procurasse alguma coisa em especial. Olhou cada titulo que tinha. Abriu um livro qualquer e começou a folea-lo. Não encontrou nada de interessante. Sentou perto da janela, diante sua mesa onde fazia arte. Olhou ao longe paro o roseiral de sua mãe. Sentia o doce perfume das rosas, mas queria ultrapassar o jardim, ir alem daquele horizonte.
Ele levantou-se foi até seu criado-mudo abriu a gaveta do meio e retirou seus pinceis e tintas. Voltou à mesa, colocou seu material sobre ela e se sentou para admirar o horizonte. Fechou os olhos para sentir o perfume das rosas. Depois de um tempo ergueu o braço sobre o papel. Daí começou seu trabalho, a cada traço que dava ele viajava entre o céu e o inferno. Logo viu um rosto se formando sobre o papel. O rosto já estava quase pronto. Neste rosto havia grandes olhos verdes, carregados de uma terrível magoa que chegavam a penetrar na alma do jovem pintor.
Ele ficou admirando sua obra, um menino dos olhos tristes. Não sabia o porquê da tristeza daqueles olhos, mas desejava sabê-la mais do que qualquer coisa no mundo. Não encontrou resposta, debruçou-se sobre a mesa para admirar o roseiral e o horizonte.
Da janela veio um vento forte, como se não fosse apenas um vento comum, era um vento carregado de energia negativa e areia. Fez com que se quebrasse um vidro da janela. Ele levantou-se e começou a catar os cacos de vidro. Encontrou um pequeno pedaço de vidro, perfeitamente quadrado. Colocou na palma da mão. Sentiu correr um vento frio por todo seu corpo. Apertou o vidro contra a mão, sentiu o corte e o sangue. Pegou o vidro e colocou sobre o criado, levou a mão à boca para sorver o sangue, fechou os olhos, sentiu como se ele fosse aquele menino dos olhos tristes, sentiu como se seus pulsos fossem cortados, sentiu seu sangue escorrer em suas orelhas sentia a dor dos cortes e não conseguia abrir os olhos. Quis buscar dentro de si aqueles olhos, eram olhos tristes e verdes. Quando finalmente alcançou os olhos ele caiu inconsciente. Acordou depois de alguns minutos, levantou-se sentou perto da mesa, passou a mão sobre o rosto do menino dos olhos tristes, viu surgir,conforme sua mão corria o desenho, uma risca de sangue sobre a imagem. Assustado levou a mão diante de seus olhos para ver se estava sangrando. Não havia nada na mão, não havia sinal de sangue, nem ao menos o sinal de corte, olhou para janela e viu que não havia vidro algum quebrado, voltou-se para figura do menino e não havia mais mancha sobre ele.
Então ao final ele escreveu:
“um menino dos olhos tristes” de Aeht-bram  
 ( para o poeta que me disse que os homens são vermes na terra)

economia



Agência de classificação de risco eleva nota do Brasil

PUBLICIDADE
MARIANA SCHREIBER
DE SÃO PAULO


A agência de classificação de risco Fitch Ratings elevou a nota soberana de crédito do Brasil nesta segunda-feira de BBB- para BBB. É a primeira elevação desde maio de 2008, quando a Fitch reconheceu o Brasil como grau de investimento --espécie de selo de segurança para quem investe em títulos do país. Faltam ainda oito níveis para o nível máximo da agência, AAA.


Segunda a Fitch, a elevação da nota do Brasil reflete a elevação da capacidade de crescimento sustentável do Brasil para algo entre 4% e 5%. Para 2011, a agência projeta expansão de 4%.
A agência também destaca que a transição de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a presidente Dilma Rousseff foi suave, com manutenção do consenso sobre a responsabilidade macroeconômica.
Além disso, destaca o relatório da Fitch, a nova administração tem mostrado sinais de maior contenção dos gastos públicos, que, juntamente com as perspectivas de crescimento saudável, deve permitir uma melhora da dívida pública.
"A trajetória de crescimento do Brasil a médio prazo deve se manter relativamente forte devido à dinâmica de consumo doméstico, que são sustentados pela diversidade econômica do país, uma grande e crescente classe média e um ciclo positivo de investimento", disse Shelly Shetty, diretora sênior e chefe de notas soberanos da América Latina na Fitch.

garoto de bh



Bem meu momento agora é mostrar pra vocês um lado de nossa cidade que você não deve conhecer


venho apresentar a vocês a Raul 
também chamada de praça Raul soares 

Praça Raul soares, uma boa e velha musica erudita de autores que lastimavelmente desconheço e sua fonte que dança com o lindo bale de aguas.
Centenas de pessoas de tribos diferentes passam por la todos os dias, pessoas que geralmente não se misturam, que se olham e se condenam;
Me pergunto o porque é claro afinal  "  Cada um em seu casulo, em sua direção, vendo de camarote a novela da vida alheia.
Sugerindo soluções, discutindo relações
Bem certos que a verdade cabe na palma da mão

Mas isso não é uma questão de opinião..."
antes de escrever esta matéria estive sentado no banco da praça claro sem o carlos alberto, mas tive tempo pra poder refletir sobre o andamento da vida.
Vi também uma coisa de certo incomum em bh, as novas rosas e o trato que estão dando na praça faz-me esquecer do cheiro fetido de nictorio de grande parte do centro, o bom e belo perfume das rosas contrastando com as belas pessoas que por la passam, mas no bom agora esta é minha primeira postagem sobre bh espero poder lhes apresentar o bom de nossa cidade.
claro não posso deixar de reclamar daqueles dois babacas que se dizem segurança da praça e ficam perturbando ate quem esta sentado no banco.

O Poeta e o Palhaço


Será que hoje terá o chá das 3... Corra corra o tempo não para.. tic tac tic tac.. esse relógio me enlouquece e não sei como para-lo.. vamos correr o coelho branco se perde na floresta e não podemos deixar ele parar, pois o tempo não espera... ande vamos aproveitar pois quando sairmos do mundo das maravilhas o relógio será mais cruel.. e se não souber andar ele ira passar por cima de todos.. tic tac tic tac.. acho que ele vai me pegar relógio mal
                                     
***********
Palhaço diz:
Acho que no fim da historia você vai ser o poeta
e eu não mais que o palhaço
Sábio que nada sabe diz:
Acho que no começo da historia estarei eu preso em versos que nem mesmo sei como escrevi, enquanto você corre o mundo levando alegria e paz prós que não sabem o que é isso.



"O sonho encheu a noite, extravasou pro meu dia, encheu minha vida e é dele que eu vou viver, porque sonho não morre."
((Adélia Prado))

Term of Use

deixe seu comentário e o link do seu blog que eu te seguirei
no mais seja bem vindo a casa é sua