postador: AUGUSTO JR "MEN-TIRINHAS"

 Há quem não saiba dizer a verdade

            Afinal de contas quantas verdades existem? Bom, o que pra mim pode ser uma verdade pra você pode não ser. Um exemplo básico é o religioso, a dissidência na crença em santos entre católicos e protestantes. Cada tem sua própria verdade sobre o assunto. Mas... E a ciência, o que ela “prova” pode ser tomado como única verdade? Pra mim, geralmente sim, pros outros nem sempre. Eu acredito que uma hipótese não vira tese antes de ser testada a fundo, mas tem quem mesmo diante disso negue. Outra vertente é a histórica, há quem acredite veemente em tudo que lê, e a quem negue apesar de estar diante de provas incontestáveis de registro histórico. Por exemplo, temos os revisionistas do holocausto que negam que tenha havido o massacre dos judeus, mesmo com todos os relatórios, fotos e textos que compravam isto. Em contra partida podemos lembrar-nos do priorado de Sião, um documento clérigo que parecia de fato um relato histórico, porem com o tempo se descobriu que ele era falso, apenas um documento forjado, mas dai vem a duvida, será que não foi o próprio clero que preferiu declara-lo falso? E mais, se este pode ser falso, quais outros documentos religiosos também podem ser???
            E no nosso cotidiano como administramos a mentira? Uma mentirinha aqui e outra ali? Quantas vezes somos obrigados a mentir pra nos proteger? Tem gente que mente tanto que acaba acreditando nas próprias mentiras e outros que tem que inventar tantas mentiras pra defender a primeira que acabam por fracassar. A mentira é um artificio, quase uma arte, entre os que gostam de fazer intrigas e também para os psicopatas. Quantas vezes mentimos pra não machucar alguém?
            Acho que vocês conhecem a historia do menino que gritava lobos, não é? O coitado gritava que os lobos estavam ali sempre, e nunca estavam, de modo que os que vinham socorrê-lo diante deste chamado acabaram por não acreditar em mais nada do que ele dizia, assim quando de fato os lobos apareceram ele gritou e ninguém veio ao seu socorro, simplesmente por acreditar ser apenas mais uma “brincadeira” dele, assim os lobos devoraram o menino. Vemos muitas pessoas assim, que mentem tanto que não conseguimos acreditar nelas quando elas falam a verdade.


            Outra mentirinha básica, a mentira do devedor. Esta todo mundo conhece “amanha eu te pago”. Você liga pra pessoa ela não atende, e fala “ahh não vi a ligação” ou “meu celular estava descarregado”. Estas e outras mentiras fazem parte de nosso dia a dia, assim são as mentiras cotidianas. Também tem aquela mentira estética “menina, nossa você esta linda com este vestido” (enquanto você pensa “credo, está parecendo uma baleia!!!”).

Concluindo, seja pra se defender, seja por diversão, por mania ou pra não machucar alguém a “verdade” é que não vivemos sem as mentirinhas cotidianas. Embora possamos evitar o máximo mentir, deixando a mentira só para o que for substancial. 

E VOCÊ, COM QUE FREQÜÊNCIA VOCÊ MENTE???

Nenhum comentário:

Term of Use

deixe seu comentário e o link do seu blog que eu te seguirei
no mais seja bem vindo a casa é sua