Ó deserto de todos os desertos!
Por favor, me responda por que me queres aqui?
Não sou teu filho para que me cultive neste seu imenso ventre, tão pouco sou de areia e vento.
Ó pernas porque não se movem, tira-me desse amontoado e amarguras de sal...
Ó sal suor e saliva que atordoa minha mente num momento tão carente...
- Sal suor e saliva...
Quem me diria que próximo da morte uma mente pudesse pensar nisso?
Acho que me lembro o porquê me jogar nesse deserto!
Acho que já amei pelo menos uma vez nesse deserto
Alguém alem de mim....


Ó deserto de todos os desertos!
Por favor, me responda por que me queres aqui?
Não sou teu filho para que me cultive neste seu imenso ventre, tão pouco sou de areia e vento.
Ó pernas porque não se movem, tira-me desse amontoado e amarguras de sal...
Ó sal suor e saliva que atordoa minha mente num momento tão carente...
- Sal suor e saliva...
Quem me diria que próximo da morte uma mente pudesse pensar nisso?
Acho que me lembro o porquê me jogar nesse deserto!
Acho que já amei pelo menos uma vez nesse deserto
Alguém alem de mim....

Term of Use

deixe seu comentário e o link do seu blog que eu te seguirei
no mais seja bem vindo a casa é sua