Meu corpo já é sangue...

E meu sangue é em preto e branco...

Onde esta minhas cores...

Sem amores sem pudores...

Sem sabor dissabor

Palpito em palpites de palpitar teus beijos

Busco em minha loucura saciar teus desejos

Sou eu sim

Teu palhaço clown

Teu maestro de sorrisos

Sou o que chora quando você não ri...

Deixe-me seu teu palhaço...

Ser teu picadeiro

Seu eu o teu querer de pureza profana


Meu corpo já é sangue...

E meu sangue é em preto e branco...

Onde esta minhas cores...

Sem amores sem pudores...

Sem sabor dissabor

Palpito em palpites de palpitar teus beijos

Busco em minha loucura saciar teus desejos

Sou eu sim

Teu palhaço clown

Teu maestro de sorrisos

Sou o que chora quando você não ri...

Deixe-me seu teu palhaço...

Ser teu picadeiro

Seu eu o teu querer de pureza profana

senhorita K!

depois de muita expectativa e muitos exercício agora é oficial


esta é minha arte e este é meu estilo


todos os que quiserem
gabrielldeminno@hotmail.com

senhorita K!

depois de muita expectativa e muitos exercício agora é oficial


esta é minha arte e este é meu estilo


todos os que quiserem
gabrielldeminno@hotmail.com

Se eu te amar mesmo que seja por um único instante
Não amarei teus pertences
Nem seus queres
Amarei a ti e somente
Buscarei no lixo de minhas entranhas
Uma forma furtiva de encontrar-te em mim
Se eu te quiseres é porque simplesmente te quero
Não há razão nem motivação
Quero-te e apenas isto

Se eu te amar mesmo que seja por um único instante

Não amarei teus pertences

Nem seus queres

Amarei a ti e somente

Buscarei no lixo de minhas entranhas

Uma forma furtiva de encontrar-te em mim

Se eu te quiseres é porque simplesmente te quero

Não há razão nem motivação

Quero-te e apenas isto




Veja que dia mais belo

O deserto já não esta mais tão quente

O deserto já nem amenos é deserto

O deserto agora é sonhos e pensamentos

Desejos e vaidades

O deserto é você

Você é meu deserto

Este deserto já não é mais tão arenoso

O deserto já nem sequer é vermelho

Ele agora é castanho como teus olhos

Negro como teu cabelo

Branco como teu sorriso

Veja que dia mais belo

O deserto já não esta mais tão quente

O deserto já nem amenos é deserto

O deserto agora é sonhos e pensamentos

Desejos e vaidades

O deserto é você

Você é meu deserto

Este deserto já não é mais tão arenoso

O deserto já nem sequer é vermelho

Ele agora é castanho como teus olhos

Negro como teu cabelo

Branco como teu sorriso

arte em carv�o e versos

Veja que dia mais belo

O deserto já não esta mais tão quente

O deserto já nem amenos é deserto

O deserto agora é sonhos e pensamentos

Desejos e vaidades

O deserto é você

Você é meu deserto

Este deserto já não é mais tão arenoso

O deserto já nem sequer é vermelho

Ele agora é castanho como teus olhos

Negro como teu cabelo

Branco como teu sorriso

arte em carv�o e versos

Veja que dia mais belo

O deserto já não esta mais tão quente

O deserto já nem amenos é deserto

O deserto agora é sonhos e pensamentos

Desejos e vaidades

O deserto é você

Você é meu deserto

Este deserto já não é mais tão arenoso

O deserto já nem sequer é vermelho

Ele agora é castanho como teus olhos

Negro como teu cabelo

Branco como teu sorriso

Term of Use

deixe seu comentário e o link do seu blog que eu te seguirei
no mais seja bem vindo a casa é sua